como se faz um poema?

é preciso vontade de papel
sorrir canto de boca
quase que pra dentro
e metade das mãos cheias,
mas cabeça atenta e olhos livres -
respondeu à esposa

letras minúsculas para sussurrar
jeito de andar calejado
cantar mal, desenhar rabiscos
e prosear com os muros pichados
os livros abertos,
mas não nos ônibus e elevadores
onde só ouvir basta

escreva na ponta dos dedos
cheio de medos e gratidão
por quase nada
só a rimas, sem desgastá-las
depois dispense respostas
repense perguntas
e nunca pontos finais. Reticências.

v.abreu

Nenhum comentário: