desses futuros

as perguntas estavam nas vírgulas
esperando próximas palavras
exclamavam suas dúvidas
sem argumento algum

tropeçam enquanto o sol abraça a lua
as tardes caíram de uma só vez
entre sofás e chuvas
sem reticências

não sabem de onde vem
nem quando saem
talvez fossem breves e pequenas
entre os penduricalhos da sala

talvez imensas de não caber na mão
ou frases únicas
cheias de vocativos

mas sem tempo
pra romantizar
as horas

v.abreu

Nenhum comentário: